Loading...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Traumatizados com a Igreja



Maria estava feliz por ter abraçado a fé cristã, empolgada com a possibilidade de caminhar com Deus. Num dia de evento especial em sua igreja o pregador, em dado momento da reunião, faz uma oração, lançou seu paletó sobre a pequena multidão e dezenas caíram no chão, em transe. Maria, sem entender direito o que estava acontecendo, ficou em pé observando as pessoas. O indigitado pastor, ao microfone, chamou aquela mulher e disse que ela estava com o coração endurecido e, caso não caísse, era porque estava cheia de demônios. Maria quase entrou em pânico, porque todos os olhares se voltaram contra ela. Tentou explicar que não estava endemoninhada, mas não foi ouvida. As pessoas a cercaram e começaram a expulsar o demônio e a ministrar a unção para que ela caísse. Ela começou a chorar e a dizer que não tinha demônio algum, que amava a Deus, mas ninguém lhe deu ouvidos. Em pânico, caiu desfalecida, para delírio de todos os presentes.

Dolores tinha já alguns anos de vida cristã quando sua comunidade aderiu a um movimento que seria, segundo os organizadores, aquele que reavivaria definitivamente a igreja. Quem estivesse de fora, estaria fora da vontade de Deus. Ela tinha que prestar contas de tudo o que acontecia em sua vida para uma pessoa da igreja, inclusive de sua vida conjugal, e não podia tomar nenhuma decisão sem antes obter a permissão dessa pessoa. Quando queria sair com o marido precisava pedir permissão. Caso fosse negada, adeus jantar romântico. Tinha que obedecer a igreja. Um belo dia o marido de Dolores, depois de muito desgaste, trocou-a por outra mulher que estava disposta a sair com ele e a viver uma vida conjugal madura e livre de interferências externas. Dolores viu-se aflita, recorreu a várias correntes de oração para ter seu marido de volta. Nada aconteceu.

João tinha um filho lindo, oito anos de idade, inteligente, alegre, gostava de acompanhar o pai às reuniões da igreja. Um dia o filho de João teve uma convulsão no meio do culto. Logo chamaram os líderes para orar e o diagnóstico foi contundente, o menino estava possesso. Após muita oração o menino recobrou a consciência e foi levado para a casa. As convulsões continuaram. Levado ao médico, verificou-se que o garoto tinha um tumor e precisava ser operado. O pai foi orientado a orar porque seu filho seria curado sem cirurgia alguma. Horas de oração, dias de jejuns e nada aconteceu. Depois de seis meses, João enterrou seu filho.

Maria nunca mais retornou àquela igreja. Tinha medo, vergonha e convicção que aquela experiência não tinha nada de Deus. Tudo lhe trazia pânico. Começou a se distanciar das pessoas e a se isolar. Nunca mais entrou em igreja alguma.

Dolores tornou-se uma mulher amargurada, frustrada e tem ódio de tudo que lhe lembre igreja.

João conseguiu se reerguer e depois de muito tempo conseguiu voltar a ter fé, mas agora sua fé é confiança em Deus, independente de curar ou não, de fazer coisas prodigiosas ou não. É uma fé mais madura.

Estas pessoas são fictícias, mas suas histórias são bem reais e já aconteceram milhares de vezes. São vítimas das loucuras feitas em nome de um pseudo-evangelho e de uma fé neurotizante, que, em vez de trazer paz e conforto, traz desequilíbrio.

Urge que a igreja volte a ser uma comunidade terapêutica, apenas um grupo de pessoas que amam a Deus e querem caminhar com ele. É necessário que ela seja também um espaço de cura para esses tantos feridos, para que voltem a ter a alegria da salvação, perdida (ou roubada) ao longo do caminho.

Crônicas de um novo convertido: Algum Ex “Famoso”


Em uma normal segunda-feira o Apóstolo do “conhecido” Ministério Apostólico VEM PRA GIZUIS faz uma ligação após receber as fichas dos novos convertidos, que levantaram suas mãos em um apelo que foi feito pelo apóstolo em um culto de fogo no domingo anterior. Após após passar os olhos em algumas das fichas percebe que alguem “conhecido” aceitou o apelo feito e faz uma ligação:


Apóstolo - Bom dia irmão “Fulano”, estou entrando em contato pois os meus “consolidadores” me passaram a sua ficha de conversão, no último domingo. Saiba que foi a maior decisão que o você pode tomar em sua vida.


Famoso – Boa dia Apóstolo, fico honrado com a sua ligação. Creio que agora encontrei a verdadeira felicidade, cansei de me sentir vazio mesmo em meio aos holofotes, em meio a fama. Pra te falar a verdade apóstolo, cansei dessa vida. Me sinto envergonhado por todas as coisas que fiz, me arrependo de ter posado naquelas revistas, por ser um mal exemplo para os jovens e adolescentes. Decidi mudar de vida e entregar a Jesus toda minha vida.


Apóstolo - Você fez a melhor escolha da sua vida. A partir de agora tudo será diferente em sua vida. Afinal você não nasceu para ser cauda, e sim cabeça. O senhor permitiu que isso tudo acontecesse para que você possa “TESTEMUNHAR” e arrebatar multidões para o seu “REINO”. Estamos do ANO DA PESCARIA DE MILHARES e tenho certeza que o senhor te enviou para o nosso MINISTÉRIO para também fazer parte dessa pescaria de ALMAS.


Famoso – Me sinto lisonjeado com as suas palavras Apóstolo, mas sinto que Deus precisa trabalhar aos poucos em meu coração, preciso passar pelo processo de tratamento de Deus, afinal tenho muitos traumas e feridas desse mundo. A única coisa que quero no momento é me sentir amado por Deus e me sentir amado pelos irmãos da Igreja. O senhor poderia marcar um horário em sua agenda para que pudéssemos conversar, tenho muitas coisas para desabafar, para compartilhar, preciso de um ombro amigo para chorar.


Apóstolo - Claro querido será um prazer conversar com você. Deixe-me ver na agenda...


Depois de longos 5 minutos.


Apóstolo - Infelizmente não tenho horário em minha agenda para esse mês, pois tenho que estar em Brasilia essa semana para fazer um ato Profético e fazer uma reunião com alguns Deputados de nossa bancada. E nas próximas semanas estarei realizando cruzadas de MILAGRES E CURAS em várias partes do mundo para levantar uma oferta “VOLUNTÁRIA” de R$ 2.000.000,000 para que possamos construir um templo maior para dar mais conforto aos nosso membros e maior visibilidade em nossos programas de rádio e TV.


Famoso – Entendo...


Apóstolo – Mas deus tem pressa meu irmão, estou vendo aqui em minha agenda que no culto de domingo a noite você poderá dar o seu testemunho e contar tudo aquilo que o senhor tem feito em sua vida, depois que você o aceitou como salvador em nosso ministério. Esse programa estará sendo gravado e depois faremos diversos DVDs e Cds para que as vidas possam ser tocadas através do seu Testemunho.


Famoso – Mas Apóstolo, isso não seria um tanto quanto precoce, afinal mal aceitei Jesus como o Senhor da minha vida.

Apóstolo – Como te falei meu irmão, o senhor tem pressa pois o fim dos dias está chegando. Se você não mostrar ao mundo aquilo que ele tem feito em sua vida, você será cobrado no dia do juizo.

Não se pode esconder uma cidade edificada sobre o monte meu irmão. Está marcado aqui, hoje em meu programa de TV estarei convidando a todos para que venham assistir o seu testemunho.


Famoso – Ok!!! Apóstolo, se essa é a vontade de Deus.


Então o irmão “FAMOSO” desliga o telefone. Uma lágrima escorre em seu rosto, ele não se sente em paz para fazer isso,mas ele não quer ser cobrado por sua omissão no dia do Juízo e como o apóstolo disse : ELE ESTARIA FAZENDO A VONTADE DE DEUS.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

John Piper - Não Desperdice Sua Vida


É possível desperdiçar sua vida. Poucas coisas me fazem tremer mais que a possibilidade de tomar dom único que é a vida, e desperdiçá-lo. Toda manhã quando caminhava até a cozinha quando menino, eu via pendurada na parede a placa que agora está pendurada na minha sala: “Apenas uma vida que logo passará; somente o que é feito para o Cristo durará.”E hoje tenho quase 58 anos de idade, e o rio da vida transborda as cataratas dos meus dias com uma velocidade tremenda. Mais e mais eu sinto o cheiro da eternidade. E, ah!, como eu quero usar bem minha vida. Ela é tão curta e tão frágil e tão definitiva. Você obtém uma chance de viver sua vida. E então o julgamento. Eu falo como um pai que tem filhos da sua idade, e eu zelo junto com Jesus para que eles e você não desperdicem suas vidas. (“Don’t Waste Your Life*” de 29 de Dezembro de 2003)

terça-feira, 7 de setembro de 2010

O que você faz com seu tempo livre?

Tempo livre não é um assunto trivial. As atividades das quais participamos, durante nossos momentos de lazer, moldam nossa identidade.

O Apóstolo Paulo não nos diz para fazer bom uso de nosso tempo, mas para fazer o melhor uso de nosso tempo. O entendimento dele a respeito da presente era má o leva a uma dura exortação sobre como os seguidores de Jesus devem gerenciar seu tempo.

Nossas vidas são muito curtas. Tiago nos lembra de que nossa vida é pouco mais que “um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece”.

Por que, então, desperdiçamos tanto de nossas vidas em frente da televisão?

Por que gastamos todas as noites jogando ou assistindo esportes?

Por que gastamos nossos finais de semana vagando pelos shoppings, procurando por mais coisas que não precisamos?

Jesus nos diz para buscarmos primeiro o Reino de Deus e Sua justiça. Buscar primeiro o Reino significa que não estamos procurando as mesmas coisas que o mundo pagão ao nosso redor: comida, bebida e roupas. Devemos dar uma boa examinada em nossas vidas.

Fazemos compras tão frequentemente, e das mesmas coisas, que nossos vizinhos não cristãos?

Seguimos todas as novas modas?

Somos tão apaixonados pelas últimas bugigangas tecnológicas como todo mundo?

Muito frequentemente, falamos da boca pra fora que buscamos primeiro o Reino, enquanto nossas vidas demonstram preocupações pagãs.

Estruturar nosso tempo livre de forma que honre a Deus significa que priorizamos nossas atividades de lazer de uma maneira que deixe claro que Jesus está no trono de nossas vidas. Reservaremos tempo para o estudo bíblico diário e a oração. Compartilharemos os alimentos ao redor da mesa, ao invés de em frente à televisão. Envolveremos-nos com a oração e o culto familiares. E, quando nossa devoção a Jesus colidir com a tentação de colocar outra coisa no trono, manifestaremos ao mundo quem é nosso Rei.

Uma forma de priorizarmos nossas atividades é bem prática. Muitos campeonatos de esportes organizados agora têm seus jogos de futebol ou outro esporte nos domingos, como se fosse qualquer outro dia. O que um cristão deveria fazer nessa situação?

Muitos cristãos falam da boca para fora que Jesus é Rei, mas demonstram em suas atividades recreativas que outra coisa está no trono. A bola é Ba’al. Quando os pais substituem o culto de domingo por uma partidinha de domingo, estão comunicando mais a seus filhos através de um ato que por meio de muitos anos de milhões de palavras enfatizando a importância da presença no culto.

Declaramos que algo é valioso ao entregar-lhe nosso tempo e atenção. Esportes, filmes, televisão, videogames, compras – todas essas atividades podem ter um lugar em nossas vidas. Mas, em um mundo em que as pessoas estão se ajoelhando ao César do Lazer, gastando muito tempo e energia em recreação e entretenimento, os cristãos deveriam intencionalmente procurar minar o alto valor que o lazer recebe, ao mostrar para as pessoas que Jesus é mais valioso.

Para alguns, isso significa cortar completamente certas formas de entretenimento. Para outros, significará sacrificar jogos de domingo pelo culto de adoração. Nossos amigos que se entregam ao lazer talvez pensem que somos loucos, ao cortar o sinal da TV a cabo, acabar com nossos impulsos consumistas, orar em horas determinadas, ou faltar alguns eventos esportivos. Ironicamente, é somente quando colocamos o lazer em seu lugar adequado, debaixo da soberania de Cristo, que restauramos a verdadeira sanidade (que o Apóstolo Pedro chama de “sobriedade”) às nossas vidas.

O que fazemos com nosso tempo livre mostra quem é o Rei das nossas vidas.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Por que você não quer mais ir à igreja?

Dois ou três eram o bastante para Jesus, Ele não parecia conceber a
igreja como algo que fazemos ou frequentamos, e sim como uma realidade
que vivemos diariamente.Nunca falou nada sobre ter que fazer tudo na
mesma hora, no mesmo lugar, da mesma forma, semana após semana.

Muito bom; trechos do livro: Por que você não quer mais ir à igreja? é
simplesmente enriquecedor... Uma história sobre o verdadeiro sentido do
amor de Deus.

Depois de toda uma vida dedicando-se à igreja e ao caminho que sempre
lhe pareceu o certo, Jake Colsen está diante de uma dolorosa dúvida:
como é possível ser cristão há tanto tempo e, ainda assim, se sentir tão
vazio?
--

*Daniel Figueira *

domingo, 16 de maio de 2010

O teste da Banheira


Às vezes a simplicidade está sob nosso nariz e não enxergamos...

Hospital psiquiátrico - O teste da banheira

Durante a visita a um hospital psiquiátrico, um dos visitantes perguntou ao diretor: - Qual é o critério pelo qual vocês decidem quem precisa ser hospitalizado aqui?

Respondeu o diretor: - Nós enchemos uma banheira com água e oferecemos ao doente uma colher, um copo e um balde e pedimos que a esvazie.

De acordo com a forma que ele decida realizar a missão, nós decidimos se o hospitalizamos ou não.

- Entendi - disse o visitante - uma pessoa normal usaria o balde, que é maior que o copo e a colher.

- Não - respondeu o diretor - uma pessoa normal tiraria a tampa do ralo. O que o senhor prefere? Quarto particular ou enfermaria?

Dedicado a todos que escolheram o balde.

A vida tem muito mais opções...

E muitas vezes são tão óbvias como o ralo, só falta enxergarmos.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Reflexão sobre a politica do brasil



- Mãe?
- Oi Juquinha?
- Por que hoje ninguém trabalha?
- Porque amanhã é feriado filho.
- Mas por que sexta ninguem trabalhou?
- Porque quinta foi feriado.
- Mas o feriado não é só amanha? Por que ninguem trabalha hoje?
- É porque no Brasil todo mundo emenda o feriado.
- Mas isso não é ruim para o comércio, e para o crescimento do Brasil?
- Sim filho, isso é ruim.
- Mas por que meu pai sendo um Senador não faz nada?
- Porque ele está aproveitando o feriado prolongado na praia.
- Hummm

terça-feira, 27 de abril de 2010

A Era das Estrelas Gospel está chegando ao fim


Não sou saudosista. Mas devo admitir que foi-se o tempo em que o púlpito não era palco nem palanque, e a congregação não era platéia, nem tampouco o pastor era considerado um showman.


Foi-se o tempo em que cantores que se dedicavam a louvar a Deus não tinham fã clube, e nem sabiam o que significa tietagem após sua apresentação. Mesmo porque, não havia performance, e sim, culto. Todos os holofotes eram voltados para Deus. E os únicos aplausos que esperava ouvir vinham dos céus.


O sonho de conquistar o mundo para Cristo foi substituído pelo sonho de tornar-se num mega-star gospel.

O dinheiro antes investido para enviar missionários para o campo, agora é usado na construção de suntuosas catedrais, com suas cadeiras acolchoadas, para oferecer conforto à crentes almofadinhas.

Mas tudo isso está prestes a acabar. O mercado gospel está ficando saturado. Ninguém suporta mais patrocinar os projetos megalomaníacos dessas estrelas.
Cada vez mais, os cristãos estão se conscientizando de que seu papel não é o de manter esta indústria religiosa, que se apresenta como ministérios, e sim, de trabalhar pela transformação do mundo.

Chega de fogueiras santas! Chega de fogueiras de vaidade!

Chega de estratégias evangelísticas mirabulantes. Que o importante seja o que é certo, e não o que dá certo.

Chega de busca por títulos e fama. Que se busque servir em vez de ser servido.
Voltemos ao velho e bom Evangelho, sem invencionices. Voltemos ao discipulado, sem a pressão pela multiplicação. Deixemos que Ele acrescente em número, enquanto nós focamos a qualidade de nossa vivência cristã.

E que os milagres aconteçam em ambientes domésticos e seculares, no dia-a-dia, e não a granel, no atacado, como tem sido anunciado nos programas neo-pentecostais.

Está chegando o tempo em que o Evangelho será espalhado por toda a Terra, não através de eventos extraordinários, marchas, cruzadas, mas através de gente anônima, ilustres desconhecidos, que ofuscarão o brilho daqueles que se acham indispensáveis na expansão do Reino de Deus, e isso, sem chamar a atenção para si.
Pronto! Falei! Estava entalado...
Viva o novo tempo!


Hermes C. Fernandes

Para quem são as nossas canções?

Bem amigos, esses últimos dias tenho refletido um pouco sobre tudo aquilo que temos cantado a “Deus” em nossas casas, igrejas, eventos, marchas, cruzadas, congressos e etc, etc, etc...
Quando mais reflito sobre as nossas canções mais sinto saudade dos tempos idos que não voltam mais, podem me chamar de saudosista, mas a grande verdade é que tenho saudade de grupos como Altos louvores, Grupo Logos, Haggios, Vencedores por Cristo, A simplicidade dos primeiros CDs da Vineyard (Antes de serem consumidos pela Hillsong), Asaph Borba, as músicas reflexivas de João Alexandre, Guilherme Kerr, as canções congregacionais de Ademar de Campos, das canções lindas e belas das comunidades Evangélicas (Antes de se tornarem Mega Empresas e Grandes Negócios), as canções apocalípticas da Igreja S8...

O que percebo é que as canções na 3ª pessoa (Ele) não existem mais, ou praticamente são pouquíssimas, as canções que cantamos hj são quase todas na 1ª pessoa, veja os exemplos abaixo:

“Restitui EU quero de volta o que é meu”
“Entra na minha casa, faz um milagre em MIM”
“ Hoje o MEU milagre vai chegar”

Sem contar nas canções sobre chuva, um pseudo Avivamento que não existe , Unções e por ai vai. Não quero com isso meter o pau nos Pop Stars Gospel, mas acredito que devemos rever os nossos conceitos sobre a nossa adoração a Deus.

Sabe queridos tenho saudade das canções que engrandecem a Ele, porque tudo é dEle, por Ele e para Ele. A adoração não é algo voltado para nós mesmo , mas sim voltados para Ele. Por acaso vocês lembram das canções abaixo:

“Engrandecerei exaltarei teu nome, diante dos reis e dos poderosos eu louvarei a Ti Jesus”
“Celebrarei a Ti oh! Deus com meu viver, cantarei e contarei as Tuas obras”
“Queremos o Teu nome engrandecer e agradecer-te por tua obra em nossas vidas”
“ Ele é o Senhor, Sua verdade vai sempre Reinar, terra e Céu glorificam Seu Santo nome”

Então queridos, deixemos de lado a nossa vontade, deixemos de lado o nosso egoismo e voltemos os nossos olhos, para Ele. O meu desejo é que venhamos a buscar ao Senhor em primeiro Lugar (Até mesmo em nossas canções) e Tudo ( Tudo significa Tudo) será acrescentado pelo Senhor.

Paz e Revolução!!!!!

Daniel Figueira

quinta-feira, 22 de abril de 2010

As leis mais loucas do mundo!


Se você acha que as leis do Brasil são estranhas é porque você não conhece leis de outros países. Veja na lista abaixo algumas leis mais bizarras do mundo.

França

Entre as 8 da manhã e as 8 da tarde 70% das músicas tem de ser de artistas franceses.

É proibido beijar alguém no metrô.

É proibido batizar um porco com o nome de Napoleão.

É proibido fotografar policiais e suas viaturas inclusive quando saiam em segundo plano.

Alemanha

Uma almofada pode ser considerada como uma arma passiva.

É proibido andar de máscaras pela rua.

Em qualquer escritório há de se poder ver pelo menos parte do céu.

Dinamarca

Tentar escapar da prisão não é ilegal, no entanto, se for pego terá que cumprir o resto da condenação.

Ninguém pode pôr em movimento seu veículo se há alguém embaixo dele.

Os restaurantes não poderão cobrar pela água a não ser que não esteja acompanhada com algo mais, como gelo ou uma fatia de limão.

Suíça

Se você deixar as chaves dentro do carro com a porta destravada, será multado.

Noruega

É proibido a castrar cães ou gatos, assim como a qualquer outra espécie, inclusive homens.

As bebidas que contenham mais de 4,75% de álcool não podem ser vendidas nas eleições.

Finlândia

Os taxistas devem pagar direitos autorais se colocam música em seu carro quando transportam clientes.

Inglaterra

A lei autoriza às vendedoras a fazer topless em Liverpool, mas somente em lojas de peixes tropicais.

É ilegal pendurar roupa de cama na janela.

É proibido pescar salmão nos domingos.

Irlanda

Se você está em Cork, e vê um escocês, ainda é legal mira-lo com arco e flecha, exceto nos Domingos.

Canadá

É ilegal tirar o curativo em público.

Em Alberta, se você esteve preso e foi liberado, tem direito a pedir um arma carregada e um cavalo para sair da cidade.

Em Ottawa a lei proíbe chupar picolé no domingo atrás do Banco.

É proibido tentar aprender bruxaria.

México

É proibido queimar bonecas.

EUA, Alabama

É proibido jogar dominó no domingo.

É ilegal usar bigode postiço que cause risos na igreja.

Colocar sal nas linhas ferroviárias pode ser castigado com a pena de morte.

Os homens não podem cuspir diante das mulheres.

É proibido vender amendoim após o entardecer das quartas-feiras em Lee Country.

EUA, Nova York

É proibido passear com um sorvete de casquinha na bolsa nos domingos.

As mulheres poderão praticar o topless em público desde que não seja com fins lucrativos.

Greene, Nova York

É ilegal comer amendoins e andar para atrás pelas ruas quando há um concerto.

Kentucky

Cada pessoa deve tomar banho ao menos uma vez ao ano.

Nenhuma mulher dever aparecer em traje de banho em nenhum aeroporto deste Estado a não ser que seja escoltada por dois policiais ou esteja armada com um cassetete. As disposições deste decreto não serão aplicadas a mulheres que pesem menos de 90 libras (aprox. 40kg.) ou mais de 200 libras (aprox. 90 kg.), nem serão aplicadas a éguas.

Lexington, Kentucky

É ilegal carregar sorvetes de casquinha na bolsa.

Atlanta

É proibido amarrar uma girafa a um poste de luz.

Chicago

É proibido comer num lugar que esteja pegando fogo.

Columbia, Pensilvânia

É proibido que um instrutor faça cócegas no aluno de auto escola para chamar sua atenção.

É proibido estourar balões na rua.

É proibido cantar no chuveiro.

Não se pode segurar um peixe por outra parte que não seja a boca.

É proibido dormir num congelador.

É proibido caminhar de costas comendo amendoins em frente ao Barnstormers Auditorium.

Carolina do Norte

Brigas entre cães e gatos são proibidas por decreto em Barber.

É proibido usar elefantes para arar os campos de algodão.

A única posição permitida é o papai-e-mamãe e com as cortinas fechadas.

Se um homem e uma mulher que não são casados se registram num hotel como casal, segundo as leis do estado, passam oficialmente a estarem casados a partir desse momento.

Corning, Iowa

É considerado um delito que um homem peça a uma mulher que entre em seu carro.

Idaho

É ilegal que um homem presenteie a sua amada uma caixa de bombons que pese menos de 50 libras (aprox. 23 kg).

Blythe, Califórnia

Uma pessoa deve possuir ao menos duas vacas para poder usar botas de cowboy em público.

Devon, Connecticut

É ilegal andar para trás depois do pôr do sol.

Memphis, Tennesee

É ilegal que uma mulher dirija um carro a não ser que tenha um homem correndo à frente dela agitando uma bandeira vermelha para avisar aos motoristas e transeuntes que se aproximam.

Pocataligo, Georgia

É delito que uma mulher de mais de 200 libras (aprox. 90 kg.), de short curto viaje ou pilote um avião.

Pocatello, Idaho

Uma lei que remonta a 1912 decreta que "é proibido levar armas ocultas, a não ser que sejam exibidas".

Seattle

É ilegal carregar uma arma oculta que meça mas de seis pés (aprox, 1,8 metros) de comprimento. !)

É proibido a entrada de monstros nos limites urbanos.

Tulsa, Oklahoma

É contra a lei abrir uma garrafa de soda sem a supervisão de um engenheiro graduado.

É ilegal que o dono de um bar permita que alguém finja ter sexo com um búfalo.

Os cães devem ter uma permissão assinada pelo prefeito para reunir-se em grupos de três ou mais numa propriedade privada (tomara que eles se lembrem de ir pedir.)

É ilegal pôr uma pessoa hipnotizada numa vitrine.

Jonesboro, Georgia

É ilegal dizer "Oh, Boy".

Texas

Proibido possuir um alicate.

New Hampshire

Proibido bater os pés ou mover a cabeça ou de qualquer forma seguir o ritmo da música numa taberna, restaurante ou cafeteria.

Massachusetts

Os cães devem ter as patas traseiras amarradas durante o mês de abril.

Oregon

É ilegal sussurrar besteiras ao amante durante o ato.

É proibido assobiar embaixo d’água.

Ohio

É ilegal colocar um peixe dentro de uma camisinha.

Ninguém pode ser preso em 4 de julho e nem no domingo.



Adaptado de megacubo

Não Espanque o Palhaço - Masturbação faz mal???


O propósito dessa página é explicar porque a masturbação pode ser prejudicial na sua vida e também encorajar as pessoas a abandonarem essa prática. Certamente a masturbação pode trazer algum prazer temporário, mas normalmente vem acompanhada, em longo prazo, pelo vício e outros problemas de ordem sexual. Peça a Deus que lhe mostre a verdade sobre a masturbação.








1. A masturbação cria um vício!

Peço a quem duvida que a masturbação cria um vício que veja quantas semanas ou meses consegue passar sem se masturbar. Sabemos, hoje em dia, que vícios de ordem sexual são como uma drogadicção auto-induzida. Os hormônios e substâncias que nosso corpo libera durante a excitação sexual criam no cérebro o mesmo efeito que as drogas criam. A masturbação repetida reforça um círculo vicioso na química cerebral (ref.: Exposing Porn: Sciene, Religion, and the New Addiction, Paul Strand, www.cbn.com, Abril de 2004). Assim como nas drogas, na masturbação cada vez mais se necessita de uma quantidade maior de estímulo para atingir o mesmo nível de prazer. Isso pode levar ao aumento na frequência do hábito ou em uma busca sem fim por materiais novos para criar uma experiência mais “excitante”.

2. A masturbação condiciona nosso corpo a responder à auto-estimulação, que é centrada em nós mesmos

Isso prejudica nossa habilidade de nos relacionarmos com uma outra pessoa sexualmente. O sexo é uma experiência relacional, em que damos atenção às necessidades de outra pessoa pelo menos tanto quanto a nossas próprias. Se nos acostumamos a servir somente a nossas próprias necessidades, podemos achar difícil dar ao parceiro(a) a atenção que deseja. Além do mais, os hormônios liberados no cérebro durante a excitação sexual causam uma ligação emocional com o que estivermos olhando e/ou pensando naquela hora. Isso pode nos fazer responder mais à masturbação (e suas fantasias associadas) do que ao sexo real.

3. A masturbação causa um desequilíbrio sexual

A masturbação eleva nosso nível de emoções e treina nossos corpos para procurar a satisfação sexual mais frequentemente do que o normal. O senso comum nos diz que deve haver um equilíbrio entre o sexo e outras atividades em nossa vida. A masturbação rompe esse equilíbrio, treinando nossos corpos e mentes a esperar gratificação mais frequentemente do que o normal. Como em um círculo vicioso, o desequilíbrio entre realidade e fantasia pode levar uma pessoa a aprofundar-se no vício.

O desequilíbrio sexual também pode afetar outras áreas de nossas vidas, desviando energia, tempo e recursos para a atividade masturbatória. Por exemplo, um homem fica acordado até tarde toda noite para procurar pornografia na internet. Sua performance no trabalho fica prejudicada pelo sono, sua família amarga seu mau-humor, sua esposa sente sua falta devido a diminuição de atenção e interesse nela, e sua dívida do cartão de crédito aumenta com os sites pornográficos.

Comentários

A masturbação pode lhe roubar muitas bênçãos que Deus tinha planejado para sua vida. Como cristãos, devemos nos focar não em realizar nossos desejos luxuriosos, mas em cumprir os desejos do Espírito Santo (Romanos 8, 12-13). Jesus ressuscitou para que nós também possamos viver uma nova vida, livre da escravidão do pecado.
________________________________________

Adaptado do site: Porn-Free

Pornografia o pecado Secreto e seus efeitos!!!!


(NOTA: Utilizei o masculino na tradução para se referir ao viciado em pornografia, mas a questão, obviamente, pode envolver também as mulheres)



- A pornografia destrói os relacionamentos
- O uso da pornografia é viciante e pode alimentar comportamentos criminosos ou anti-socias em seus usuários
- A pornografia é degradante para as pessoas que são expostas no material, na maioria dos casos mulheres
- A pornografia isola a pessoa psicologicamente e socialmente
- A pornografia leva a ver as mulheres como objetos, incluindo a esposa, colegas de trabalho, amigas, ou suas próprias filhas
- O usuário de pornografia deixa de acreditar no matrimônio
- A produção de pornografia está ligada a organizações criminosas e à exploração de mulheres e crianças
- A pornografia é constantemente encontrada na mão de criminosos sexuais e de serial killers

Outro estudo mostrando onde a pornografia pode destruir uma vida:

- 31% de aumento do risco de desvios sexuais
- 22% de aumento do risco de cometer crimes sexuais
- 20% de aumento do risco de experimentar dificuldades em relações íntimas
- 31% de aumento do risco de aceitar mitos sobre o estupro (por exemplo, que a mulher gosta)

As seguintes situações podem ocorrer em relações nas quais um dos parceiros está viciado em pornografia:

- O usuário de pornografia inventa desculpas para evitar a intimidade sexual com a parceira
- A parceira sente-se ferida, frustrada, sexualmente rejeitada, incapaz de competir com imagens de computador e modelos sensuais
- Na relação sexual, o viciado em pornografia parece distante, emocionalmente descomprometido, e interessado apenas no próprio prazer.

Sua VIDA é Jesus para alguém




Sua VIDA é Jesus para alguém,
Por mais fraca e falha que possa ser.
Apesar de ser cheio de erros,
Você é tudo de Deus que alguém vai ver.

Sua LINGUA é Jesus para alguém.
Aquela palavra amarga de dor
Falará a um coração sensível
Talvez tudo que ela ouvirá do Senhor.

Seus ALVOS são Jesus para alguém.
O que você tiver em primeiro lugar
São para ele os alvos de um Cristão,
São esses que um dia ele vai procurar.

Sua FIDELIDADE – isto para alguém é Jesus.
Se Ele é fiel em tudo ou não
Depende do dia após dia, da perseverança
Que há em você e em seu coração.

Seu AMOR é Jesus para alguém,
Para aquela que está precisando saber
Se Jesus realmente irá atrás dela
Seja quão longe ela estiver.

Cuidado para que alguém não blasfeme Deus
Eles vão descobrir o que você é.
E o único Jesus que alguns vão ver
É o Jesus que conhecem através de você.

terça-feira, 20 de abril de 2010

O que na verdade somos?


Ontem em uma reunião com alguns líderes da cidade um amigo abriu o seu coração para nós e expôs a sua dificuldade e a necessidade de abrir mão de sua liderança para que ele pudesse ser assim tratado por Deus em alguma áreas de sua vida. Essa atitude dele me fez refletir sobre a minha própria vida.
Hoje amanheci pensando muito naquela cena e na música da banda Fruto Sagrado “O que na verdade somos?”. Ontem à noite fui dormir pensando em o quanto eu ainda preciso me expor, me despir do meu orgulho, para na verdade ter coragem de ser cada vez mais autêntico, verdadeiro diante do meu Deus e da sociedade em que estou inserido e tenho a missão de ser “sal da terra”. Sabe, foi um tempo de confrontação em meu coração acerca de tudo que tenho vivido como pessoa e como cristão. Fiquei pensando no que as pessoas vêem quando olham para mim... será que o que elas vêem é na verdade aquilo que sou? Ou estou mascarando situações em minha vida para parecer melhor do que realmente sou, para não ser “reprovado”ou excluído dos meios sociais? A grande realidade é que muitas pessoas tem medo de se expor, e ser no dia-a-dia o que elas são de verdade, pois sabem que serão discriminadas , rejeitadas por “falsos moralistas de plantão”, que vivem a julgar as pessoas no seu “baile de máscaras” cotidiano.

Vivemos numa sociedade onde se finge muito, onde se mente muito, onde se representa muito... as pessoas tentam aparentar algo superior a sua realidade. Lembra-se do comercial do “Denorex” (Parece mais não é!!) ? Calma gente , não sou tão velho assim, eu era criancinha quando esse comercial era sucesso na tv! rs ... e tem muitos “crentes Denorex” por aí : parecem mas não são... é mais fácil fingir do que se expor e pedir ajuda para ser curado(Lembra-se de Naamã?). Existem muitos Pastores que fingem serem super pastores, e são tão seres humanos quanto as ovelhas, mas insistem em fazer a pose para manter o “status espiritual”. Quantos estão vivendo com aparência de santidade, mas na intimidade estão acessando sites pornográficos, cometendo adultérios, tratando mal a esposa em casa, mentindo, desviando dinheiro da igreja...mas tem que se mascarar a situação, pois se descobrirem será vergonha geral. Tem uma música da banda Capital Inicial que diz mais ou menos assim: “O que você faz quando não tem ninguém por perto para ver?”.
Sabe, de um tempo para cá resolvi não alimentar mais em minha vida o “mito” de que sou “super espiritual”. As pessoas te vêem em um púlpito ministrando a palavra ou no altar ministrando a adoração (na graça, misericórdia e unção de Deus) e acham que você é o “super espiritual”, o “cara”...e tem muitos ministros caindo nessa armadilha (orgulho!) alimentando isso! . Precisamos viver na luz, onde todos possam ver nossas atitudes e saberem na verdade quem somos, sem maquiagem, sem fingimento. Topas esse desafio, amigo?
Sabe, imagino que chegará um dia em que viveremos na verdade, pela verdade e em nome da verdade , quando o Espírito Santo reinar soberano e absoluto em nossas vidas e atitudes, então sonho com o dia em que isso acontecerá e haverá um novo momento em nossos cultos dominicais: o momento de confissões públicas de pecados, onde não teremos vergonha ou medo de sermos rejeitados; onde muitos vão expor em arrependimentos seus pecados mais íntimos, pedindo ajuda a outros para alcançar cura e libertação (sem serem condenados pela acusações de outros pecadores) e não haverá mais mentiras e fingimentos, pois a glória de Deus resplandecerá sobre nossas vidas e corações!
Você pode até pensar que o que acabei de escrever é uma utopia, mas eu creio no poder de Deus, pois é esse poder que faz milagres em minha vida!

Cansei de ser Gospel!!!!


Estou cansado do mundo Gospel. Há dias venho pensando nisso e acho que já estourei os meus limites, na verdade, atingi meus limites, criei novos e em pouco tempo estes novos também já foram ultrapassados.

Que tipo de Igrejas somos nós? A cada dia que passa percebo nos distanciamos do modelo que Cristo nos fez para ser, de como ele sonhou que sua Igreja/Noiva seria. Sempre que ouço Saviour King, by Tia Darlene e CIA consigo visualizar essa imagem, a imagem de uma Igreja que inclui, que derruba barreiras, que não se importa com aparências, que não mede esforços para ganhar vidas... Mas aí, depois de 12 minutos a música acaba, olho para a Igreja atual e vejo que estamos muito embaçados para viver como o Reino de Jesus.

Na hora de organizar um evento, me vejo pensando muito mais no que os outros crentes irão pensar do que nos não cristãos pensam. Me vejo planejando eventos para agradar os crentes mais críticos, para atrair outros crentes e às vezes me esqueço do meu/nosso chamado de ganhar os perdidos.

São tantos comentários negativos, tantos crentes tentando nos impedir de crescer, tantos crentes com inveja, com ciúmes, travando verdadeiras batalhas dentro da própria Igreja! Fala sério! Quem iremos ganhar agindo assim? Na verdade, nós iremos é nos perder!

Ficamos muito obcecados por criar a nossa própria cultura cheia de jargões, de modas, de eventos religiosos que nos esquecemos de quem é o Reino dos Céus: dos pobres, dos famintos, dos excluídos...

Será que eu devo parar de freqüentar a Igreja?
Ou quem sabe, fundar a minha própria Igreja?

Não! Esse não é o caminho. Infelizmente, a minoria é quem percebe falhas como essas que citei e é por isso que Jesus conta conosco para continuar trabalhando e buscando as qualidades da Igreja ideal, da Igreja que ele nos fez para ser.

PS: Já parou para fazer uma pesquisa no Google com a palavra "crente". Você não vai gostar do que vai encontrar...